Amil Dental Kids

Saúde bucal das crianças e adolescentes. Porque procurar um Odontopediatra?

A Odontopediatria é a especialidade da Odontologia que estuda e cuida da primeira fase de formação e desenvolvimento dos dentes e do complexo orofacial. É fundamental importância que o primeiro contato da criança com a Odontologia seja com um Odontopediatra.

 

Qual é o momento apropriado da 1º visita da futura mamãe ao Odontopediatra e por quê?

O ideal é que a gestante procure o Cirurgião Dentista para uma avaliação e tratamento antes do nascimento de seu bebê. Ela será acompanhada durante a gestação, pois algumas infecções bucais podem ser fatores de risco para complicações obstétricas (comprometimento da saúde da gestante do bebê).

 

Qual a importância de procurar um especialista em Odontopediatria?

A mãe que leva seu filho nos primeiros meses de vida ao Odontopediatra receberá orientações específicas:

• Aleitamento materno, amamentação, dieta e mastigação;
• Características bucais do recém-nascido, erupção dos dentes e hábitos bucais;
• Higiene bucal;
• Traumatismo dental, entre outras.
• A criança que visita o Odontopediatra regularmente terá menor probabilidade de desenvolver lesões de cárie e caso haja necessidade de intervenção, esta será mais tranquila. O condicionamento ao ambiente do consultório como uma rotina e não num momento de necessidade é muito importante sob o aspecto psicológico e emocional da criança e de sua família.

Nas consultas odontológicas é recomendado que não houvesse muitos acompanhantes, sendo necessária a presença dos pais ou responsáveis. Os cuidados da infância dependem diretamente do envolvimento de todo o núcleo familiar para mudança de hábitos e a opção por um estilo de vida mais saudável!

 

O aleitamento materno

O leite materno é o melhor alimento infantil. Ele auxilia no crescimento e desenvolvimento dos dentes, ossos e músculos da face. De acordo com a Organização Mundial da Saúde é fundamental o aleitamento exclusivo até os seis meses, a alimentação passa a ser completada conforme a orientação do médico pediatra.

 

O que se deve saber sobre os hábitos de sucção?

• Chupeta: se utilizada, deve ser de maneira racional, caso contrário poderá trazer prejuízos para o desenvolvimento e crescimento dos maxilares. O tipo indicado é a ortodôntica e de silicone com especificação de acordo com a faixa etária e a indicação de seu Odontopediatra.
• Sucção do dedo(s): O Odontopediatra orientará sobre este hábito que pode ser tornar prolongado e de difícil remoção.

 

Porque é importante respirar pelo nariz?

A respiração nasal favorece o crescimento e o desenvolvimento da face e dos arcos dentários. Os respiradores bucais podem apresentar alterações no desenvolvimento orofacial.

A avaliação da saúde bucal, em alguns casos é multidisciplinar, envolvendo Odontopediatras, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, pediatras, alergologista, otorrinolaringologistas.

 

Como reagir diante de um acidente de traumatismo dental?

Levar a criança o mais rápido possível para o atendimento odontológico, com o fragmento dental acondicionado em um frasco com soro fisiológico, água ou leite para a avaliação do Odontopediatra.

 

Higiene bucal

Deve iniciar desde o nascimento dos primeiros dentes, devendo ser escovados pelos pais/ e ou responsáveis após as mamadas e/ou alimentação durante todo o desenvolvimento infantil até por volta dos sete anos. Após esta fase a criança ainda necessita da supervisão do adulto.

 

O Odontopediatra orientará quanto

• A técnica de escovação
• O tipo de escova
• O tipo de creme dental
• O uso de fio dental
• Aplicação do Flúor

 

Alimentação

Os açucares refinados sob qualquer forma como doces, refrigerantes, gomas de mascar, chás e achocolatados, balas, mel e outros contribuem para a formação da placa bacteriana e podem desencadear o processo carioso.

 

Cronologia de erupção

Os primeiros entes decíduos erupcionam por volta dos seis meses de idade e os primeiros dentes permanentes por volta dos eis anos, Os primeiros molares permanentes erupcionam atrás do ultimo molar decíduo e não substituem nenhum dente decíduo merecendo atenção especial com os cuidados da higiene bucal.

 

Tratamento endodôntico (de canal)

Os dentes decíduos têm estruturas semelhantes às dos dentes permanentes e necessitam dos mesmos cuidados. Lesões extensas de cárie podem antecipar a perda do dente decíduo prejudicando o espaço para o futuro dente permanente podendo ocorrer a necessidade de tratamento de canal dos dentes de leite. É fundamental a avaliação do tratamento endodôntico para que o foco da infecção seja removido e o dente possa cumprir sua função até a erupção do dente permanente.

 

 

Dra. Glenda Nahás Bergamasco Dreuzzo
Especialista em Odontopediatria
Consultora Científica do Amil Dental Kids
CRO 58504 – SP

 

Fonte: www.planosamildental.com.br